Como Fazer Linguiça

Como fazer linguiça? Fazer Linguiça vale muito a pena, pois basta ter ingredientes e equipamentos certos para você realizar linguiças saborosas que aprovarão impecavelmente as expectativas dos seus convidados.

Há uma grande abundância de linguiças, as quais estão presentes diariamente na mesa do brasileiro e que podem ser feitas em casa de forma artesanal com qualidade exemplo: linguiça toscana, mista, de frango, de pernil, pura, calabresa, entre outras opções disponíveis no mercado. Olha o que você pode fazer.

como fazer linguiça artesanal

Diversas pessoas têm anseio de estudar esse feito (como fazer linguiça), para experimentar do seu próprio tempero ou até mesmo ganhar dinheiro vendendo linguiça de casa.

Se você é uma dessas pessoas, vamos te dar 7 dicas para que sua linguiça caseira artesanal fique diferenciada:

1 – O local de Preparo:

produção de linguiça conta com itens de cozinha para facilitar a execução de todas as etapas.

O local apropriado para a fabricação de linguiça deve ter mesas, pia com água instalada para ser usada durante o trabalho.

Também, é recomendado que o espaço seja bem ventilado e com condições de higiene, uma vez que estamos falando da produção de alimentos.

2 – Separe Os Ingredientes E Ferramentas Para Fazer Linguiça caseira.

Para produzir linguiça, você vai precisar separar os ingredientes, que são carne de porco ou de seu gosto, gordura animal, cebolinha, salsinha e pimenta.

3 – Utilize somente ingredientes de qualidade

Essa dica parece óbvia, mas não é. Afinal, quantas vezes você já provou uma linguiça ruim? A gente aposta que várias, infelizmente. Isso acontece porque, no preparo, muitas pessoas acabam acrescentando produtos de baixa qualidade à linguiça.

Elas pensam que, como vai ser tudo moído, não tem problema. Mas, claro que não é assim! A carne (e os demais ingredientes da linguiça) realmente é moída, mas não é possível mascarar um produto de péssimo sabor, textura desagradável e qualidade duvidosa.

Tente visualizar o seu produto antes do processo da moagem e se pergunte:

  • É uma boa mistura?
  • Tem qualidade?
  • É saboroso?

Dessa forma, você vai garantir a superioridade do que está oferecendo e sair na frente de muitos concorrentes.

4 – Congele A Carne E A Gordura Para Moer

Uma das principais questões da produção de linguiça artesanal é o ponto em que a carne é moída, pois se ela não estiver adequada, o resultado não será de boa qualidade, podendo gerar prejuízos.

Portanto, um dos métodos mais usados e corretos para confeccionar essa iguaria é congelar a carne e a gordura, que são os seus principais ingredientes.

Neste processo, é indicado colocar a carne e a gordura em potes ou sacos plásticos, sendo que os dois ingredientes devem estar separados.

Os itens têm que ser congelados a uma temperatura inferior à -15°C, devendo ser retirados do freezer da geladeira quando apresentarem uma crosta de gelo.

5 – Tenha cuidado ao moer a carne

O processo de moagem é fundamental na preparação de uma linguiça divina. Na verdade, apesar de falarmos em moagem, a carne não pode ser exatamente moída nem esmagada: ela deve apresentar pedaços inteiros.

Ou seja, é preciso ter muita atenção ao tipo de moedor utilizado. Moedores caseiros, com a rosca pequena, podem esmagar a carne e deixar uma textura desagradável, assim como furos pequenos podem afetar a textura.

Para produtos caseiros (e comercializados em pequenas quantidades), o ideal mesmo é usar a ponta de uma boa faca! Assim que o seu negócio for crescendo, vale a pena investir em um moedor de grande porte.

6 – Escolha a gordura Correta Para Produzir Linguiças

Para uma boa linguiça, a gordura perfeita é a rígida (como a subcutânea). Nos suínos, por exemplo, essa gordura é abundante na barriga, e está localizada entre a pele e a carne.

Uma boa dica é comprar a peça, remover com cuidado a pele, cortar a gordura em cubos e guardá-la no congelador.

No preparo, o melhor é acrescentar a gordura momentos antes de embutir — pois quanto mais gelada, menor é a chance de ela derreter durante a sua produção. E claro: siga a porcentagem de 20% a 30% de gordura na mistura, para não deixar seu produto seco, gorduroso ou rançoso.

7 – Utilize Tripas Naturais Ou Artificiais De Qualidade 

As melhores e mais usadas tripas para a produção de linguiças são as naturais e as de colágeno. Se você está começando agora, vale a pena conhecer as duas opções (tanto no preparo quanto no sabor) e ver qual mais agrada.

Essas são dicas infalíveis que lhe proporcionaram a fazer aquela maravilhosa linguiça caseira. Agora é com você, mãos a obra e um ótimo rango.